A Formação-Ação é uma metodologia pioneira de capacitação empresarial que articula a formação em sala, a ação na empresa e a consultoria individualizada, com vista ao desenvolvimento de competências dos gestores e consequente aumento da competitividade das empresas.

O programa inicia-se com a elaboração de um diagnóstico empresarial, permitindo assim a identificação das áreas prioritárias a intervir e a elaboração de um plano de ação a implementar ao longo do projeto com o apoio de um consultor.

Formação-Ação, enquadrada-se no Sistema de Incentivos às empresas no âmbito da Qualificação e Internacionalização, pretendendo contribuir para o reforço de competências dos empresários e gestores para a reorganização e melhoria das capacidades de gestão, assim como dos trabalhadores das empresas, apoiadas em temáticas associadas à inovação e mudança, através de:

  • Aumento da qualificação específica dos trabalhadores em domínios relevantes para a estratégia de inovação, internacionalização e modernização das empresas;

  • Aumento das capacidades de gestão das empresas para encetar processos de mudança e inovação;

  • Promoção de ações de dinamização e sensibilização para a mudança e intercâmbio de boas práticas.

Os tempos de formação e de ação surgem sobrepostos e a aprendizagem vai sendo construída através do desenvolvimento das interações orientadas para os saberes-fazer técnicos e relacionais. Trata-se assim de uma metodologia que implica a mobilização em alternância das vertentes de formação (em sala) e de consultoria (on the job).

Como tal, permite atuar a dois níveis:

  • Ao nível dos formandos: procura desenvolver competências nas diferentes áreas de gestão, dando resposta às necessidades de formação existentes;

  • Ao nível da empresa: procura aumentar a produtividade, a capacidade competitiva e a introdução de processos de mudança/inovação nas empresas.

Independentemente do esquema organizacional da Formação-Ação adotado para dar resposta aos objetivos definidos, as entidades promotoras têm de garantir, para cada PME a intervencionar, a concretização de um diagnóstico que sustente a formulação do plano de ação e um relatório que evidencie a avaliação de todo o processo formativo.

© 2016 por Associação Empresarial de Sines   

sines logo2.png